viernes, 7 de agosto de 2009

Viver Ñ dói........















Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos por quê?
Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!





A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade..

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.

Carlos Drummond de Andrade

16 comentarios:

Rosario dijo...

Muy dulce mi querida amiga
Un placer como siempre leerte
Un besito Rosario

Maysha dijo...

Ola Lira agradeço a visita. É lindo o teu blog, gostei.
Voltarei sempre que o pouco tempo disponivel me permitir.
Um bom fim de semana, beijo de luz
Isa

Janeth dijo...

Soy consciente que la vida nos da justo lo que necesitamos en un momento dado, y luego nos lo quita, por algo y para algo. Mientras el viaje sigue, las lecciones continúan, hay que aprender mucho más ….hay que seguir descubriendo secretos….hay que quitar más y más velos que nos ocultan la Verdad.

Arwen dijo...

Seguiremos aprendiendo amiga en este camino de la vida, una entrada muy bella amiga, besitossss

Belkis dijo...

Ciertamente Lira el dolor es inevitable, el sufrimiento es opcional. De nosotros depende el resultado de la gestión de nuestra vida. Un abrazo cariñoso

ŁǺи¥ dijo...

Olá Lira,

Hoje estou passando para agradecer a todos, pois mesmo estando uns dias ausente vcs prestaram uma grande atenção e carinho a mim... fico muito grata por tudo!

"Quero expressar a gratidão eterna pela dádiva de ser quem eu sou, ter o que tenho, e estar presente neste instante, onde quero estar, e convivendo com quem quero conviver."

(Gilberto Katayama)


(Passo este recado a todos os meus companheiros de blog.)

Beijos

Ps: Não recebi as borboletas... =(
Me manda novamente por favor ta bom?! ;)

MOMENTOS DE LA VIDA dijo...

Es un bello texto de esto se trata la vida, seguir diferentes caminos aprendiendo de ella!!!te dejo un gran beso.

Tétis dijo...

Olá Lira

Lindo e profundo este texto de Drummond de Andrade.

Na verdade só de nós depende vivermos uma vida de sofrimento ou evitá-lo.

"Viver é uma arte" e cabe-nos a nós, "artistas", aprendermos a vivê-la com sabedoria, pois só assim seremos felizes.

É preciso saber viver e viver cada minuto como se fosse o último. Viver intensamente e aproveitar cada segundo, não desperdiçar nada que a vida nos oferece.

Beijinhos

Mariz dijo...

ola Lira
amei este post e vim dizer que estou muito grata pelas palavras e sobretudo pelos inúmeros corações que lá ficaram registados. Regressei de Fátima e estou exausta porque dormi pouco. A casa de monjas era tão ruidosa !!! mais do que o local onde resido em Sintra onde Deus me colocou e que é um paraíso!
Embora esteja ao fim de 5 anos mais calmo o ambiente energético por aqui, mal vim para cá ao fim de 3 semanas já pedia ao PAI para me mudar de casa...mas é claro...tive de cumprir o karma...agora não sei para onde irei a seguir...penso que está na hora de mais uma mudança.
Nós, vamo-nos vendo...nao prometo ser muito assídua porque o meu "serviço" na blogosfera é divulgar o que APRENDI E VOU APRENDENDO...para que outros possam sofrer menos...se conseguirem!! - porque "alegrarmo-nos na tristeza" não é nada fácil!.
Vou vivendo e ESPERANDO...NO DIVINO!
Abraço meu carinhoso
Mariz

ESPAVO! ! - RECONHECENDO A LUZ QUE HÁ EM SI!

EMPRESÁRIA DE SUCESSO dijo...

Passei para conhecer o seu blog...
...parabéns gostei de tudo o que li

TERESA SANTOS dijo...

Olá Lira,

Obrigada pela visita. Retribui-a e gostei muito desta sua "casa" aberta a todos nós.
E, como sempre, o nosso Drummond de Andrade e a sua lucidez:
"A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional".

Abraço e vou voltar, sem dúvida!

☼El Rincón del Relax☼ *Beatriz* dijo...

Ante tdo muchas gracias por el enlace, eres muy amable.

De todo se aprende, porque para ello estamos aquí, todo lo que nos ocurre son esas asignatura que debemos aprobar. Sin duda alguna se aprende de todo.

Un placer visitarte y llenarme de esta serenidad.

recibe un generoso y cálido abrazo para tu ser.

Beatriz

Léo Metallica dijo...

De fato. São pequenas coisas que interferem em nossas alegrias.

Prefiro mil vezes sonhar uma vida a dois, do que ter uma vida a dois com apenas um sonho.

Direto do Rio.
Beijos.

yeni dijo...

Lira gracias por tus palabras,y por tu regalo, te agradezco de todo corazón tu visita a mi blog.
un fuerte abrazo

Mundo Animal. dijo...

█████████████
██▒▒▒▒▒▒▒▒▒██
██▒▒▒▒▒▒▒▒▒██
██▒▒▒▒▒▒▒▒▒██
██▒▒▒▒▒▒▒▒▒██
██▒▒▒▒▒▒▒▒▒██
█████████████
   ▄█████▄

▄████████████▄───¬
█★★★★★★★★★★★★█  ▄█▄
█★★★★★★★★★★★★█  ███
██████████████

TE DEJO MIS SALUDITOS Y GRACIAS POR ACOMPAÑARNOSSSS

LOS AMIGOS DE INTERNET,
NO SON FICCION NI MUDEZ,
SON AMIGOS QUE DESCUBREN,
NUESTRA PROPIA DESNUDEZ,
LA DESNUDEZ DEL ALMA
SIN NECESIDAD DE VER.
ALGUNOS SON MUY SINCEROS,
OTROS PREFIEREN CALLAR,
CUANDO LLEGO A VISITARLOS
Y ME EXCEDO POR DEMASSSS.
SUELEN SER LOS MAS LEALES
QUE LOS QUE PODEMOS TOCAR,
SON AMIGOS ENTRAÑABLES,
QUE NOS SABEN VALORARRRR
PARA TI CON TODO MI CARIÑO¡¡¡¡

“Los monos son demasiado buenos para que el hombre pueda descender de ellos”. Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo..

Luz Cardoso dijo...

“Amigo
Palavra algo complicada de pronunciar...
Palavra tão bela... tão mal tratada...tão mal aproveitada...tão mal empregue...
Amigo é algo demasiado importante...
Que palavra tão pequena mas tão rica...
Só alcançada por alguns...
Tão perto, tão banal, mas não pode ser banalizada, não poderá ser lançada ao vento, de qualquer maneira...
Palavra vã...não...não é...
Não dês esse tratamento...
Valiosa demais...
Amigo não é o mesmo que conhecido...
Será aquele que está sempre disponível, que pressente a dificuldade...que larga tudo...
Que, quando é preciso, ele está, apoia, ajuda, diz aqui estou...
Será esse o verdadeiro amigo???
Aquele que nem sempre concorda...com a nossa opinião...que luta ao nosso lado...pelos nossos objectivos, pelos nossos ideais...
Amigo que palavra tão forte...”

Querida Lira desejo-lhe um excelente fim-de-semana!

Abraço de Luz.
Namastê!